sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Sobre a IURD (fato verídico)

Cheguei a freqüentar a IURD, acho que em 1995. Eu e meus pais. Íamos quase todos os dias na igreja, achando que eles ajudavam, mesmo. Vi pessoas se estrebuchando no chão; talvez estivessem com espíritos no corpo, mesmo. A impressão que dava é que ali dentro não tinha proteção divina; pois atraia espíritos que até conversavam com os pastores. O pastor chegava a levar as pessoas endemoniadas até a rua para mostrar aos que olhavam da porta. Eu achava ridículo aquilo. Teve uma senhora que era lembrada todos os dias nas orações, porque havia doado um carro para a igreja. Cheguei a dar algumas moedinhas para o pastor. Um dia o infeliz disse uma coisa que me fez abrir os olhos para aquela encenação toda. Falou assim: "quem pagar o dízimo todos os meses será abençoado por Deus; e quem não pagar, não será." A partir daquele dia, meus pais voltaram a ser católicos inativos e eu passei a apenas me informar sobre as coisas de Deus. Um dia, o mesmo pastor que falou aquela besteira, foi até minha casa saber por que eu e meus pais não voltamos mais a igreja. Eu disse a ele que foi porque não tínhamos condições de pagar o dízimo todos o meses para sermos abençoados. Ele falou, na maior cara de lata, para irmos assim, mesmo. Respondi assim: "de que adianta irmos a igreja para sermos abençoados se não temos o meio ($$$) de conseguirmos a benção? E os mendigos, como ficam? Será que eles também não serão lembrados por Deus, já que também não tem condições financeiras de pagar o dízimo para a igreja?" O pastor tentou se explicar, mas não conseguiu. Foi embora. Passou uns meses e fiquei sabendo de um aleijado que foi espancado dentro da IURD. Sabe porque? Dizem que o pastor fez uma oração e pediu para ele largar as muletas. Ele as largou e começou a andar, cambaleando. O pastor disse que ele havia sido curado. Quando acabou o culto, cobriram esse "aleijado curado" de porrada. Disseram que ele não era aleijado coisa nenhuma e que morava numa cidade vizinha (Mogi-Guaçu). Mesmo assim, ainda tem gente que até briga para defender a Universal. Falando nisso, uma vez me chonvidaram para ser pastor de uma igreja evangélica, em Pinhal, pelo conhecimento bíblico que eu tenho, mas eu não aceitei. Não brinco com coisas espirituais e Deus é mais!

5 comentários:

Wagner luis disse...

VC CONHECE A BIBLIA BROW... não vou brigar com vc... só que se vc conhece ela vc lê de Genesis a Apocalypse vc vai ver mtas vezes falar sobre o dizimo e sobre que Deus se agrada de nossas ofertas, sendo elas financeiras (dizimos ofertas) ou de vida (seguir a palavra de Deus na integra... Se vc le a biblia vc lê isso em genesis, vc lê isso em Malaquias e vc vê até Jesus falar nisso... Se não crê nas curas maravilhosas que podemos fazer através do Espirito Santo veja quantos que já tiveram suas vidas mudadas e quanto provaram que a IURD está errada... Alias nem conseguiram preender o Edir Macedo ainda, talvez pq Deus esteja com ele neh? Vlw e boa tarde...

Caos disse...

Respondendo o comentário acima.
O dizimo foi descartado, assim como o sacrificio de carneiros, aves etc. Na verdade isso não comprava a boa vontade de Deus, apenas representava uma promessa divina, onde Jesus viria saldar nossa divida por meio do pecade de Adão. Após a morte de Jesus, saldando a divida, os sacrificios e dizimos não constam mais como forma de livramento de pecados. Sendo substitudo pela oração por meio do sacrificio de Jesus.

Outra coisa.
O Livro de Malaquias faz parte do velho testamento, de Mateus pra frente vc não vê Jesus dizendo: Tens de pagar o dizimo! Isso é coisa de gente q gosta de manipular a propria biblia pra conseguir lucros.

Gostei do blog Dei, gostei da matéria também.
PAz!

wandersom disse...

salve WILL,,,gostei da sua resposta
apesar de não ler a biblia abri ela só pra ver se vc tava certo,,
sumemo,,
PARABENS DEI,,ESSAS FAUCATRUAS AE NOIS VE EM TUDO QUE É LUGAR MANO
SOU LEIGO NAS HISTIRIAS DA BIBLIA
MAIS CAIO NAS HISTORIAS QUE ESSES PASTORES INVENTAM NA VIDA REAL,,,

Deí disse...

Wagner luis: “se vc conhece ela vc lê de Genesis a Apocalypse vc vai ver mtas vezes falar sobre o dizimo”

Dei: até a morte de Cristo, sim. Depois foi abolido e o q vale são as ofertas voluntárias. Dízimo não.

Caos: “O Livro de Malaquias faz parte do velho testamento, de Mateus pra frente vc não vê Jesus dizendo: Tens de pagar o dizimo”

Deí: pois é. Mas parece q eles nem kerem entender isso. Preferem pagar o dízimo pro pastor. Será q eles já pararam pra pensar o q Deus acha disso? Valeu pelo comentário, Caos.

Wagner luis disse...

Amigo, manipular a Biblia? O que me dizes do jovem rico e da mulher e
suas 2 moedas? Não é por que Jesus morreu e venceu o diabo na cruz do
calvario Ressucitando no terceiro dia que a palavra de Deus se apagou,
apenas a lei de moises tirando a parte de não comer sangue, não
fornicar e não idolatrar, como podemos ver em Atos.
Sacrificios de vida, um coração quebrantado capaz de confiar em Deus e no seu poder esse é o maior sacrificio que damos a Deus. Dizimo não é
uma forma de se livrar dos pecados e sim uma forma de confiar no Poder
de Deus, ele nunca foi abolido como expressão de Fé e obediencia da palavra, me diga se devemos rasgar o velho testamento pq ainda se fazem Bliblias com ele?
Olhe quantos mudaram a sua vida através de dizimos e
sacrificios na IURD ou em qualquer igreja que pregue a teologia da prosperidade realmente, veja se isso é mentira, pesquise em vez de ficar
na teoria. Agora se vc quer deixar seu coração tão duro quanto o do
Faraó que não deixavas Moisés e o povo sair do egito... Sim é velho
testamento, SIM É A PALAVRA DE DEUS.