terça-feira, 13 de novembro de 2018

O que os ateus diriam?


Na música No Quarto Sozinho, do Aori, no CD KL Jay na Batida Volume 2, ele e o KL cantam:
“Eu dialogo com as sombras, espero que o dia nasça logo”... (Aori)
“A madrugada chega, silêncio, sinto a presença dos guardiões”... (KL Jay)
“Eu vejo vultos, imagino o meu pai me vigiando, ou algum anjo, será que eu tô viajando? Seriam almas dos meus antepassados? O que eu escuto sozinho no quarto? Eu vejo coisas, ouço vozes, vejo vultos, coisas se movem, meus objetos pessoais, extra-sensoriais, existe algo mais”... (Aori)
Pra quem tem, o mínimo de conhecimento bíblico e espírita sabe que eles estão relatando uma experiência com o sobrenatural. O que os ateus diriam sobre estas frases?

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

DJ Deí em Ação_Vol. 70 (Rap Nacional)



Set de Rap Nacional. 13 faixas. Comecei com atuais e terminei com as mais antigas. Dá pra ouvir, baixar e assistir.
01 IZA - Dona de Mim
02 Drik Barbosa - Banho de Chuva
03 Rashid - Bilhete 2.0
04 Lino Krizz - Meu aliado é o Rei Dos Reis
05 Sabotage - Míssil (feat. DJ Luciano_Remix)
06 Pavilhão 9 - Pesadelo Gangsta
07 X (Câmbio Negro) - Ninguém Toma
08 Kmila CDD - Preta Cabulosa
09 Flora Matos - Bora Dançar
10 509-E - Uh Barato é Louco
11 Thaide & DJ Hum - Máquina de Vacilar
12 Rota de Colisão - Título da matéria
13 SP Funk - Passar Mal Não Vale

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

DJ Deí em Ação_Vol. 69 (Rap Gringo)

Escolhi as minhas preferidas do Rap e do R&B e fiz este set. Antigas e atuais. Dá pra ouvir e baixar. Aproveitem baixar antes que seja deletado por direitos autorais.
01 Omar - There's Nothing Like This
02 Nas - Bonjour (feat. Tony Williams)
03 Kendrick Lamar – HUMBLE
04 Sean Price - Imperius Rex
05 JAY-Z, Beyoncé & The Carter's – APESHIT
06 C2C - Someday
07 Logic – Flexicution
08 Cypress Hill - Throw your hands in the air (Instrumental)
09 Scarface - On My Block (Instrumental)
10 Rodney O & Joe Cooley - Nobody Disses Me
11 Shabba Ranks - Mr. Loverman
12 Mario - Just a friend
13 Kelly Price & Aaron Hall - Love Sets You Free
14 Ice Cube - Good Cop, Bad Cop
15 Common - They Say (feat. Kanye West & John Legend)

quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Sobre o racista Bolsonaro


Acho natural ver pessoas de pele clara apoiando ou até defendendo o racista declarado Jair Bolsonaro. O branco não sofre e nunca sofreu por ter a pele clara. Pra alguns deles, é difícil de entender o racismo presente. São duas realidades diferentes, a do preto e a do branco. Mesmo assim, sempre achei que quem apoia um idiota racista, um idiota racista, também é. Poucas palavras definem um racista e, desde a primeira vez que vi o Bolsonaro na TV, no extinto programa CQC, já tive absoluta certeza de que este ser é um inimigo dos pretos (mas os seguidores e apoiadores dele dizem que não... Ah, tá). Outros discursos deixaram mais em evidência. Mas, o que me assusta é ver pessoas que tem a pele escura, defendendo e apoiando o infeliz. E todos (ou quase todos) eles acham que, só de você dizer que não gosta do Bolsonaro, já tá no time do PT, do comunismo e do esquerdismo. Todos eles falam o mesmo linguajar do racista Bolsonaro. Devem pensar igual. No final, todos eles falam, “o primo do cunhado do meu genro é mestiço, racismo não existe, comigo não tem disso”... (Racionais)
Anulo meu voto desde a segunda eleição que elegeu o Lula como presidente. 11 anos. O motivo foi que eu conheci a podre política de perto. Peguei nojo. Acho que os demais candidatos a presidência não vão ser tão ruins, quanto o nazi Bolsonaro. Sou preto e vejo o Bolsonaro com toda sua família e seguidores como inimigos racistas.
Outra coisa é a banalização do termo cristão. O cara vive fazendo gestos de arma, promove a matança, é um adepto da maçonaria, mas se diz cristão e é apoiado por pessoas que também se dizem cristãs. Arma serve pra que? Bando de mentirosos. Que falta o conhecimento bíblico faz... Estão agradando o pai da mentira. São todos iguais o rapaz perturbado que esfaqueou o nazi. O nazi plantou, o nazi colheu. Não se apaga fogo com querosene. Deve estar agradecendo o diabo por não ter morrido. Se estes, seguidores e apoiadores do Bolsonaro fossem verdadeiros cristãos, nem envolvimento com a política partidária eles teriam. Jesus se esquivou da política partidária, que já era podre, naquela época. Em João 18:36, quando foi perguntado a ele, por Pilatos, se era o rei dos judeus, Jesus respondeu: “Meu Reino não faz parte deste mundo”... Em Marcos 12:17, Jesus deixa claro que devemos respeitar o que é de César, mesmo não participando. Resumindo, pra ser um cristão, a pessoa deve seguir os ensinamentos de Cristo. Se não seguem, de cristãos eles não tem nada. São religiosos. O satanismo e a Ku Klux Klan também são denominações religiosas. O deus do Bolsonaro, alguém tem dúvidas sobre quem seja? Um dos mandamentos de Deus, em Êxodo 20:13, diz: “Não assassines”. Ou “não matarás”. Em Mateus 22:36-38, os 10 mandamentos foram resumidos em “amar a Deus sobre todas as coisas”. Como amar a Deus, contrariando a vontade Dele? Não dá, né?
Vou continuar anulando meu voto, mas, por enquanto, ainda tô torcendo para o nazi não ganhar. Se ele ganhar, o racismo no Brasil não será mais velado. Será declarado. Os racistas se deleitarão. Mas, vou fazer o que? Só dei minha opinião.


sábado, 18 de agosto de 2018

Negro não é cor


Depois que vi este vídeo, do Nabby Clifford, falando do significado da palavra negro, resolvi pesquisar sobre e vi que faz sentido tudo em relação ao que ele fala. (https://onavionegreiro.wordpress.com/a-invencao-do-negro/)
Entendo, hoje, que preto é cor, enquanto o termo negro, na grande maioria ligado a coisas negativas, de raça não tem nada (usado unicamente para relacionar pessoas que tem a pele escura com a maldição do povo cananeu, que morreu afogado, quando o mar se abriu, durante a passagem dos israelitas). (Gênesis 9:18:27) Outra besteira que vejo são pessoas como o pa$tor e deputado Marco Feliciano ligando a maldição do povo cananeu ao povo africano, só porque Cã e seu filho Canaã viviam em terras africanas.
A bíblia explica que essa maldição foi originada por Noé, de Cã para seu filho Canaã (a bíblia não dá detalhes, mas, é bem provável que Canaã tenha feito alguma baixeza não mencionada), por desrespeito que o filho teve com ele; mais tarde, expulsos com sua nação pelos israelitas, por perversidade. (Deuteronômio (9:4-5) Mas essa maldição já foi cumprida bem antes de Jesus, e esse povo cananeu (egípcio) já foi exterminado. (Êxodo 14:1-31) Pastorzinho de araque, mal informado, esse Feliciano. Guia cego que não entende a bíblia, pregando falsos ensinamentos para seus seguidores. (Mateus 15:14) Além de estar cegando muitos de seus seguidores, também, formando cada vez mais racistas. Graças a essa má interpretação bíblica que, através da religião católica, em 1454, toda uma nação de africanos foram sequestrados, roubados, torturados, assassinados e escravizados, sob a justificativa de que eram amaldiçoados e não tinham alma (ou seja, o termo negro, além de ter o significado ofensivo, de gente maldita, infeliz, funesta, e inferior, também é ligada a necro, de morte. Pessoas não deveriam usar esse termo). (http://djdei.blogspot.com/2009/11/gracas-igreja-catolica-existe-o-racismo.html)
É essa justificativa falsa que mantém o ódio contra pessoas de cor preta, dentro e fora de grupos neonazistas, perpetuando o racismo contra descendentes de africanos. Já foi comprovado cientificamente que a diferença de um preto para um branco, asiático, oriental ou indígena, tem uma parcela mínima no DNA, devido as origens de cada espécie. Isso não nos faz raças diferentes. (https://www.brasil247.com/pt/247/revista_oasis/89206/S%C3%B3-existe-uma-ra%C3%A7a-e-ela-surgiu-na-%C3%81frica.htm)
Sendo assim, o termo raça nem deveria servir para classificar humanos. Termos mitológicos como raça negra e ariana só serviram para nos separar. Tipo, um modo simples para identificar o preto como inferior e o branco como superior. Depois que soube disso, não uso mais o termo negro como cor. Racistas mais informados se divertem quando veem pessoas identificando elas mesmas e outras, de pele mais escura, com a raça mitológica e inferior negra. Um preto aceitar ser chamado de negro é a mesma coisa que um racista jogar uma banana pra ele, e este fazer igual fez o jogador Daniel Alves, pegar a banana, descascar, comer e dizer, “somos todos macacos”. Piada. Essa gente não me representa. (https://veja.abril.com.br/esporte/alvo-de-racismo-na-espanha-daniel-alves-come-banana-jogada-por-torcedor/)
O povo precisa entender que preto é cor e negro, uma raça mitológica e inferior. Se somos humanos, não tem sentido dizer que alguém pertence a raça negra ou ariana. Vamos nos informar, que a verdade sempre liberta.

sábado, 4 de agosto de 2018

Deí - Efeitos 8 (Para DJs)


Efeitos para DJs editarem e fazerem scratches. 320 Kbps. Em breve, postarei mais.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Set 3007 (Black)


Dei uma melhorada no meu notebook e fiz este set só pra testar a Controladora. Tudo improvisado, músicas escolhidas de última hora (Black Music e Rap). Dá pra ouvir e baixar.